Just go, and don't look back
Fui a amargura seguido da solidão. Fui muitas vezes lágrimas de saudade e outras muitas, de despedidas. Cai muitas vezes mas também aprendi que a cada vez que eu ficava de pé, me fortalecia. Hoje sou uma tempestade carregando muitos trovões e relâmpagos mas sou também a calmaria, o silêncio da noite e o vento frio que arrepia. Para esconder novas dores, novas mágoas, novas inquietações da minh’alma, sorrio. - Por: Richard Netto; Rafael, 20 anos, vivendo num mundo louco, com pessoas loucas. Mas pensando bem, o quão chato seria se ele fosse normal, com pessoas normais ? Quedas e mais quedas, me fizeram ser o que sou hoje. Cicatrizes perduram, assim como o ensinamento que elas trouxeram ! Não sou hoje o que fui ontem, e não serei amanhã o que fui hoje. Metamorfose ambulante? É, talvez isso me defina bem !

Escreve comigo ? :D